search
top

Aparecida para ser esperança

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

Leitura: João 2,1-11

Dois dias depois, houve um casamento no povoado de Caná, na região da Galileia, e a mãe de Jesus estava ali. Jesus e os seus discípulos também tinham sido convidados para o casamento. Quando acabou o vinho, a mãe de Jesus lhe disse:

— O vinho acabou.

Jesus respondeu:

— Não é preciso que a senhora diga o que eu devo fazer. Ainda não chegou a minha hora.

Então ela disse aos empregados:

— Façam o que ele mandar.

Ali perto estavam seis potes de pedra; em cada um cabiam entre oitenta e cento e vinte litros de água. Os judeus usavam a água que guardavam nesses potes nas suas cerimônias de purificação. Jesus disse aos empregados:

— Encham de água estes potes.

E eles os encheram até a boca. Em seguida Jesus mandou:

— Agora tirem um pouco da água destes potes e levem ao dirigente da festa.

E eles levaram. Então o dirigente da festa provou a água, e a água tinha virado vinho. Ele não sabia de onde tinha vindo aquele vinho, mas os empregados sabiam. Por isso ele chamou o noivo e disse:

— Todos costumam servir primeiro o vinho bom e, depois que os convidados já beberam muito, servem o vinho comum. Mas você guardou até agora o melhor vinho.

Jesus fez esse seu primeiro milagre em Caná da Galileia. Assim ele revelou a sua natureza divina, e os seus discípulos creram nele.

Aparecida para ser esperança

Maria é aquela mulher capaz de se doar à vontade de Deus, dizendo-se serva Dele, e é aquela mulher capaz de interferir nos planos de Deus, dizendo-se mãe Dele. É mulher corajosa demais para essas duas capacidades, e é mulher humilde demais no cumprimento desses dois papéis. Com ela devemos aprender a firmeza no seguimento de Jesus, e também devemos aprender o silêncio das palavras certas nas horas certas. Buscamos em Maria a capacidade de conservar a Palavra no mais profundo íntimo, e de remoê-la em todas as situações da vida. No estresse, enfrentemos a dor e confiemos na vontade de Deus. Na vitória, estejamos ao lado Dele.

A Mãe Aparecida é libertadora, e se dedica aos pobres, escravizados, marginalizados. É representação de Maria negra, vigorosa, capaz de enfrentar uma sociedade opressora, ao mesmo tempo em que promove união pela fé. Maria Aparecida é esperança deste país esmigalhado. E quando tudo parece não ter mais jeito neste Brasil, pensemos na Senhora que emergiu em nossa natureza, e que certamente reza hoje por todos nós, insistindo ao pé do ouvido do seu filho:

Eles não têm mais vinho

Eles não têm mais pão

Eles não têm mais trabalho

Eles não têm mais governo

Eles não têm mais sonhos

Eles não têm mais futuro…

Façamos todos o que Ele nos disser.

 Marcelo H. Camargos – Família Missionária Verbum Dei de BH/MG

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top