search
top

Chegar a Jesus, levar a Jesus… (Mc 8, 22-26)

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

Depois Jesus e os discípulos chegaram ao povoado de Betsaida. Algumas pessoas trouxeram um cego e pediram a Jesus que tocasse nele. Ele pegou o cego pela mão e o levou para fora do povoado. Então cuspiu, passou a saliva nos olhos do homem, pôs a mão sobre ele e perguntou:

— Você está vendo alguma coisa?

O homem olhou e disse:

— Vejo pessoas; elas parecem árvores, mas estão andando.

Jesus pôs outra vez as mãos sobre os olhos dele. Dessa vez o cego olhou firme e ficou curado; aí começou a ver tudo muito bem. Em seguida, Jesus mandou o homem para casa e ordenou:

— Não volte para o povoado!

jesus_cego_2

Oração:

Querida Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, me coloco mais uma vez e em oração. Sei que estás em mim, por isso quero nesse exercício diário, preparar-me melhor a cada dia para poder sentir-te, tal como sois, plenamente, segundo a vossa vontade. Doce Espírito, quero me deixar conduzir por ti, para que eu possa caminhar segundo a vosso desejo.

As primeiras palavras do evangelho de hoje já me chamam muito atenção. “… Algumas pessoas trouxeram um cego…” O cego tinha amigos, familiares, pessoas que lhe queriam bem. Pessoas que o levaram para um encontro com Jesus, que talvez ele ainda nem conhecesse. Então fico pensando como é importante a vida comunitária. Como é importante assumir meu papel de amigo, filho, esposo e tantos mais que o Senhor me confiar, com sabedoria, humildade e disposição para servir. Então podemos nos perguntar: Como me sinto hoje? Onde me vejo nessa narração. Como as pessoas que levaram o homem até Jesus? Como o cego que foi levado? Pois no nosso meio é assim. Estamos sempre precisando ser levado a Jesus ao mesmo tempo que o meu próximo também. Então creio que é abraçados, apoiados uns aos outros que devemos seguir esse caminho para chegar à Jesus. E ser tocados também por Ele.

Como seria difícil para aquele homem com deficiência visual chegar até Jesus se ele não tivesse tido ajuda. As vezes isso nos passa também. De outras maneiras, ficamos cegos. Voluntária ou involuntariamente vamos permitindo que nossos visão de Jesus fique embaraçada, longínqua, trémula até não ver mais Jesus. Até não senti-lo mais presente em nosso vida. E o que faz com que isso aconteça? A correria dos afazeres rotineiros? Minha autossuficiência? O medo de abraçar a missão de discípulo e consequentemente a cruz? Os motivos podem ser muitos… Mas é bom conhece-los um a um, das nomes a eles, assumi-los na nossa pequenez e pedir ajuda a Jesus que nos ajude superá-los para poder enxergar e sentir Jesus cada dia mais perto, mais intenso em nossas vidas.

Outro fato importante no texto que me chamou a atenção é que Jesus tocou aquele homem, mas ele ainda não enxergava plenamente. Tinha ainda uma visão embaçada… E olhando para minha vida penso que isso também se passa comigo. Superamos alguns obstáculos para chegar a Jesus, que é ótimo, mas ao chegar até Ele, não permitimos que seu amor atue como poderia. Pode ser que nesse encontro, tenha sido muito breve, talvez nem tenhamos parado para um abraço, um ato carinhoso, tenhamos apenas passado por Ele, e então nossa visão não está perfeita ainda.

Sinto que Jesus deseja estar conosco, sentir nosso abraço nesse encontro. Sinto que ele quer tempo… tempo de estar, atuar, ensinar, amar, curar… Penso que podemos viver mais intensamente esse encontro íntimo com Jesus no exercício da oração diária com a palavra, na escuta atenta e misericordiosa dos seus ensinamentos, no silêncio, na presença de Jesus eucarístico. Esforcemo-nos para viver esses momentos e disfrutar com sabedoria as oportunidades de viver cada um deles.

“Jesus pôs outra vez as mãos sobre os olhos dele…” Sentindo a mão de Jesus, que representa seu amor, seu bem querer, sua misericórdia, sua benção, em nossa vida, façamos como aquele homem: “ … Dessa vez o cego olhou firme e ficou curado.” Olhemos firmes para o futuro, eternidade e dom de Deus, para encontrar a força e a coragem para entregar nossa vida na construção do reino, mas também olhemos firme para o nosso presente, para que possamos enxergar nossa realidade, que precisa de nosso trabalho, dedicação e compreender onde Deus me confia atuar e ajuda-lo agora.

Maria, mãezinha querida, te pedimos que seja nossa companheira. Queremos seguir seu exemplo sempre. E quando nós não estivermos mais enxergando, nos leve outra vez à Jesus… Sei que isso é o que a Senhora faz com perfeição!!!

 

Amém

 

Willian M. da Fonseca – Família Missionária Verbum Dei de Belo Horizonte

4 Responses to “Chegar a Jesus, levar a Jesus… (Mc 8, 22-26)”

  1. Anderson Cunha dos Santos disse:

    Graças a Deus pelo Evangelho Palavra de Salvação , Justiça e Conforto! Amém! Que Nossa Senhora nos leve à Cruz quando estivermos fracos! Amém ! Agradeço ao irmão William pela excelente explanação acerca da saliva e do toque com a mão e de como Nossa Senhora nos auxilia junto a nossa fé em Cristo. Isto confortou o meu coração! Que Deus abençoe a todos nós.Amém. Bom dia!

  2. Cecilia Mano disse:

    Jesus sempre enxerga nossas dificuldades.É misericordioso conosco . Louvado e Amado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.
    Amém

  3. Pai tua palavra é o conforto para os corações aflitos. Louvado seja para sempre.Amém

  4. Aneíse Leite disse:

    Através desse Evangelho tive hoje uma revelação de Jesus para minha vida. Precisava tomar uma decisão difícil e não conseguia ver com clareza o que fazer. Então rezei meditando a Palavra e veio em meu coração o desejo de reescrever o texto substituindo o cego pelo meu nome. Fui copiando o texto e colocando meu nome cada vez que era referido ao cego. Fui copiando e rezando o texto e ao final obtive a resposta claramente de qual decisão tomar, de qual caminho seguir. A luz brilhou e eu pude ver com clareza. Obrigada Senhor por esta graça, por esta revelação. Agora estou segura e sei o que fazer. Obrigada Jesus por abrir meus olhos. Amém.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top