search
top

“Vão e anunciem”

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

Leitura: Mateus 10,7-15

Vão e anunciem isto: “O Reino do Céu está perto.” Curem os leprosos e outros doentes, ressuscitem os mortos e expulsem os demônios. Vocês receberam sem pagar; portanto, deem sem cobrar. Não levem guardados no cinto nem ouro, nem prata, nem moedas de cobre. Nesta viagem não levem sacola, nem uma túnica a mais, nem sandálias, nem bengala para se apoiar, pois o trabalhador tem o direito de receber o que precisa para viver.

Quando entrarem numa cidade ou povoado, procurem alguém que queira recebê-los e fiquem hospedados na casa dessa pessoa até irem embora daquele lugar. Quando entrarem numa casa, digam: “Que a paz esteja nesta casa!” Se as pessoas daquela casa receberem vocês bem, que a saudação de paz fique com elas. Mas, se não os receberem bem, retirem a saudação. E, se em alguma casa ou cidade as pessoas não quiserem recebê-los, nem ouvi-los, saiam daquele lugar. E na saída sacudam o pó das suas sandálias, como sinal de protesto contra aquela gente. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: no Dia do Juízo, Deus terá mais pena das cidades de Sodoma e de Gomorra do que daquela cidade.

Oração

Hoje Jesus nos explica de que modo devemos falar dele para aqueles que não o conhecem ainda. Ele nos diz para falarmos da possibilidade e da proximidade do Reino do Céu e nos diz para alcançarmos a intimidade de todos a partir de um gesto de paz. Antes disso, porém, é necessário que façamos uma opção pelo desprendimento, quando não devemos nos apegar às preocupações que podem se transformar em verdadeiras âncoras alçadas na terra, capazes de impedirem partirmos à missão que dá sentido à nossa vida.

Na oração de hoje precisamos refletir se temos cumprido essa missão apostólica falada por Jesus. Não é obrigatório que andemos muito longe para falarmos do Reino e de tudo que Jesus nos veio revelar. Mas é urgente que comecemos a viver aquilo que Deus quer de nós. Não podemos remoer inúmeras preocupações capazes de nos deixar estagnados e sem coragem para partir. Tanto que a Palavra de Deus hoje logo nos ordena: Vão e anunciem. É ato de fé acreditarmos na providência que vem da misericórdia de nosso Deus.

Peçamos a Jesus que nos movimente, impedindo que coloquemos restrições diversas àquilo que devemos fazer para que nossa vida tenha sentido. Ele não nos deixe faltar o pão de cada dia, mas nos alimente sobretudo com a sua presença, que é o que de fato nos dá coragem e nos convida a lançarmos a mares cada vez mais profundos.

Marcelo H. Camargos – Família Missionária Verbum Dei de BH/MG

2 Responses to ““Vão e anunciem””

  1. GUACIRA SILVA DE LIMA disse:

    Obrigado,por caminhar conosco Senhor!

  2. Agradeço pelas belíssimas orações, elas me ajudam muito para meu retiro pessoal.
    Obrigada!!!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top