search
top

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

6Num outro sábado Jesus entrou na sinagoga e começou a ensinar. Estava ali um homem que tinha a mão direita aleijada. 7Alguns mestres da Lei e alguns fariseusficaram espiando Jesus com atenção para ver se ele ia curar alguém no sábado. Pois queriam arranjar algum motivo para o acusar de desobedecer à Lei. 8Mas Jesus conhecia os pensamentos deles e por isso disse para o homem que tinha a mão aleijada:
— Levante-se e fique em pé aqui na frente.
O homem se levantou e ficou em pé. 9Então Jesus disse:
— Eu pergunto a vocês: o que é que a nossa Lei diz sobre o sábado? O que é permitido fazer nesse dia: o bem ou o mal? Salvar alguém da morte ou deixar morrer?
10Jesus olhou para todos os que estavam em volta dele e disse para o homem:
— Estenda a mão!
O homem estendeu a mão, e ela sarou. 11Aí os mestres da Lei e os fariseus ficaram furiosos e começaram a conversar sobre o que poderiam fazer contra Jesus.
É bem conhecida a coragem de Jesus em ousar contra os costumes contraditórios, sobretudo aquele que leva os fariseus do evangelho de hoje a questionar suas boas ações em dia de sábado . Passagem bem significativa para nossa vida. Jesus não adia o atendimento de necessidades, não deixa seus gestos de amor para depois e é capaz de questionar a “lei” se esta, ao invés de funcionar a favor, coloca-se contra a pessoa.
E nós, somos capazes de ousar em nome daquilo que Jesus espera de nós?
Jesus curou um homem que tinha a mão aleijada. Deu àquele homem a oportunidade de exercer suas tarefas cotidianas de forma mais inteira. Quem sabe, também não deu a ele de volta a capacidade de sustentar sua família novamente. Iria Jesus deixar de fazer esse bem e ficar de braços cruzados?
Coloco-me hoje, não só no papel de quem precisa ajudar o outro, mas também me vejo constantemente no papel do homem doente e, por isso, peço a Jesus que venha ao meu auxílio para que eu possa voltar a ser ferramenta dEle.
Jesus, envie o Seu Espírito Santo para que eu tenha sempre minhas “mãos” saudáveis no que diz respeito ao atendimento de Sua vontade.
AMÉM
Ana Paula Ferreira – Família Missionária Verbum Dei – BH

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top