search
top

A afirmação de Pedro (MT 16, 13 – 23)

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

Jesus foi para a região que fica perto da cidade de Cesareia de Filipe. Ali perguntou aos discípulos: Quem o povo diz que o Filho do Homem é? Eles responderam: Alguns dizem que o senhor é João Batista; outros, que é Elias; e outros, que é Jeremias ou algum outro profeta. E vocês? Quem vocês dizem que eu sou?  Perguntou Jesus. Simão Pedro respondeu: O senhor é o Messias, o Filho do Deus vivo. Jesus afirmou: Simão, filho de João, você é feliz porque esta verdade não foi revelada a você por nenhum ser humano, mas veio diretamente do meu Pai, que está no céu. Portanto, eu lhe digo: você é Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e nem a morte poderá vencê-la. Eu lhe darei as chaves do Reino do Céu; o que você proibir na terra será proibido no céu, e o que permitir na terra será permitido no céu. Então Jesus ordenou que os discípulos não contassem a ninguém que ele era o Messias. Jesus fala da sua morte e da sua ressurreição Daí em diante, Jesus começou a dizer claramente aos discípulos: Eu preciso ir para Jerusalém, e ali os líderes judeus, os chefes dos sacerdotes e os mestres da Lei farão com que eu sofra muito. Eu serei morto e, no terceiro dia, serei ressuscitado. Então Pedro o levou para um lado e começou a repreendê-lo, dizendo:  Que Deus não permita! Isso nunca vai acontecer com o senhor! Jesus virou-se e disse a Pedro: Saia da minha frente, Satanás! Você é como uma pedra no meu caminho para fazer com que eu tropece, pois está pensando como um ser humano pensa e não como Deus pensa.

Resultado de imagem para quem foi Jesus

A pergunta de Jesus força os discípulos a fazer uma revisão de tudo o que ele realizou no meio do povo.

O convite da oração de hoje é a fazer a experiência dos discípulos, encontrar uma resposta para a pergunta de Jesus. Podemos iniciar esse momento de oração nos colocando no meio deles…, porque Jesus faz essa pergunta? Creio que seja porque o povo e ou até mesmo os seus discípulos não entendiam direito quem ele era. Não conseguiam entender qual o verdadeiro sentido de suas palavras e obras, não entendiam o que significava, para onde isso o conduziria e o porquê de tudo isso…

Naquele tempo assim como hoje Jesus era alguém muito esperado, o messias, mas cada um o esperava de acordo com as suas convicções, e muitas vezes conviviam com ele, mas não sabiam de quem se tratava. Saber quem é Jesus para os outros pode nos ajudar e muito, mas fazer a experiência pessoal e descobrir quem é Jesus para nós, isso pode nos transformar…

Rezamos todos os dias à oração que Jesus nos ensinou, nela suplicamos que venha a nós o vosso Reino e que seja feita a sua vontade assim na terra como no céu, portanto estamos dispostos a acolher o que é da vontade de Deus, ou seja, a sua vontade é soberana; sendo assim, nós não temos do que reclamar, tudo o que temos que fazer nessa vida é agradecer, afinal cremos que o que acontece na nossa vida é da vontade do Pai para que a cada dia possamos viver em conformidade com a sua vontade, cada um de nós temos aqui o nosso papel, temos que nos livrar das fantasias que nos distraem para que possamos ver o Jesus que o Pai nos enviou, é ele que destrói as estruturas de uma sociedade injusta…

Normalmente tendemos a identificar e nos relacionar com um Jesus glorioso das nossas fantasias, mas Jesus se apresenta com simplicidade, como servo, nos mostrando que os dons que recebemos não nos foram dados para a nossa glória, mas para a glória de Deus quando os colocamos ao serviço dos outros. O nosso papel principal nesta vida independente do que falam de nós é SERVIR.

De fato quando entendemos que o nosso papel é cuidar uns dos outros nos tornamos pessoa diferentes, ampliamos os nossos horizontes, entendemos que quando somos obedientes ao querer do pai assim como Jesus nos tornamos luz uns para os outros, mesmo que o mundo não nos compreenda.

A Pedro foi revelado pelo Espirito Santo quem era Jesus porque ele era amigo intimo de Jesus.

Peçamos ao Espirito Santo a graça de estarmos sempre ao lado de Jesus para que possamos compreender sua identidade de servo fiel obediente ao Pai, sem nos deixar levar pelas fantasias, Amém.

Agostinho Augusto – Família Missionária Verbum Dei – Belo Horizonte MG.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top