search
top

Escutar e atender ao chamado (Mt 4,18-22)

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

Jesus estava andando pela beira do lago da Galileia quando viu dois irmãos que eram pescadores: Simão, também chamado de Pedro, e André. Eles estavam no lago, pescando com redes. Jesus lhes disse:

— Venham comigo, que eu ensinarei vocês a pescar gente.

Então eles largaram logo as redes e foram com Jesus.

Um pouco mais adiante Jesus viu outros dois irmãos, Tiago e João, filhos de Zebedeu. Eles estavam no barco junto com o pai, consertando as redes. Jesus chamou os dois, e, no mesmo instante, eles deixaram o pai e o barco e foram com ele.

Espírito de amor, que nos instrui no caminho de Jesus, vem em nosso auxílio e nos alimente com os ensinamentos que o trecho do evangelho de hoje nos traz.

Há duas coisas importantes de trazermos para o coração e ser base da nossa oração.

A primeira delas é que Ele é quem nos escolhe e nos chama. Pode-nos parecer algo comum, porém, na verdade, não é. São os discípulos que procuram os mestres e solicitam permissão para segui-los. Contudo, Jesus inverte o costume. Por quê?

Esse é um elemento importante para nossa oração. Àqueles primeiros discípulos Jesus respondeu que os faria pescadores de gente. Jesus iria utilizar de tudo que eles já conheciam, mas os capacitaria para um trabalho um pouco diferente, deixariam de pescar peixes e passariam a pescar gente.

Todos que estão lendo estas pistas de oração são escolhidos e chamados por Jesus. Sou apenas um instrumento que Ele utiliza para chamá-los. Para cada um há um trabalho diferente a ser realizado, então que cada um pergunte: para o que está me chamando, Mestre?

Com certeza será para um serviço realizado com amor. O Espírito Santo age no coração de cada um que se abre a Ele e mostra qual é o caminho. Não se engane, pode ser alguma coisa muito simples que está ao seu lado, por exemplo, dar maior atenção às necessidades de seu cônjuge ou de seu filho. Pode também ser alguma coisa maior, para a qual será necessário algum desapego. De qualquer forma, Ele não pede aquilo que não se pode fazer e sempre capacita o chamado para o serviço solicitado. Tenha coragem e responda como Samuel: “Fala, pois o teu servo está escutando!” (1 Sam 3,10).

A segunda coisa importante na oração é trabalhar a disposição com que respondemos ao chamado. Tudo é obra do Espírito Santo em nós. Importante fazer presente esta consciência e nos abrirmos para a ação dele. Sem Ele nos sentimos fracos e propensos a recusar o chamado.

Aqueles discípulos largaram imediatamente tudo o que estavam fazendo e atenderam ao chamado. Largar tudo imediatamente é ação do Espírito em quem está de coração aberto e pronto a acolher.

Querida mãezinha, Maria mãe de Jesus, esteja junto de nós e nos ajude a ouvir o chamado de seu filho e, como você fez, atender de coração aberto e espírito acolhedor. Amém!

***

João Batista Pereira Ferreira – Família Missionária Verbum Dei – Belo Horizonte

One Response to “Escutar e atender ao chamado (Mt 4,18-22)”

  1. Eu queria pedir oração pra mim dia 18 de dezembro vou fazer uma sirugia da pernas varizes tirar a safena e tbm peço oração pro meu pai e toda familia.

Deixe uma resposta para Joel ribeiro mira Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top