search
top

Ficai atentos a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

Leitura: Lucas 21, 34-36

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra. Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer e para ficardes em pé diante do Filho do Homem.’ 

Palavra da Salvação

ORAÇÃO

O texto deste dia nos encanta pela sua temática tão atual: não se deixar levar pelas preocupações e pelos apelos excessivos do mundo.

“Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós”. Podemos entender que tanto a embriaguez quanto a gula falam de exageros, excessos, algo que ultrapassa o razoável e pode, inclusive, comprometer nossa consciência e nosso discernimento. Se comemos demais, ficamos apáticos, preguiçosos. Se bebemos demais, ficamos inconvenientes, perdemos a noção da realidade. Isso falando tanto dos efeitos imediatos quanto do prejuízo para nosso corpo a longo prazo. Sem falar do prejuízo nas relações interpessoais e sociais que podem ficar seriamente comprometidas dependendo da extensão dos nossos exageros.

Por isso Jesus nos alerta para que  tomemos  cuidado com tudo que nos tire ou comprometa nossa capacidade de entendimento, para que nosso coração não perca a sensibilidade.  O que se aplica não só à comida e à bebida, mas também aos elogios que nos enebriam, às curtidas nas redes sociais muitas vezes em função de muita exposição , enfim, aos apelos do mundo que nos deslumbram e embriagam.

Da mesma forma precisamos ter cuidado com as preocupações desproporcionais  ou  com a supervalorização dos dissabores que nos tocam  no dia a dia.

Se, ao contrário, formos comedidos e atentos ao que acontece à nossa volta, se tivermos  temperança, teremos melhores condições de nos antecipar aos acontecimentos. Estar atentos e presentes nos torna mais fortes e preparados para a vida.

É infinitamente mais fácil viver disperso, curtindo a vida, entregues às dispersões  sem nos preocupar com o futuro ou com a realidade que nos envolve. Mas o risco disso “cair de repente sobre nós” é muito grande. Porque isso nos distrai e o que chega de repente, nos vem como uma armadilha. Somos presas fáceis da falta de atenção.

E o que nos torna mais focados, atentos, conectados ao que nos cerca? Mais uma vez, Jesus nos aconselha através da Sua Palavra: “ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer.” A oração é a mais poderosa forma de conexão com Deus, com seu Plano, com suas intenções para nós. A sugestão de Cristo é que oremos o tempo todo, ou seja, que estejamos em sintonia com a Trindade Santa sempre. Não é necessário que estejamos o dia todo dizendo orações formais ou dentro da igreja. A nossa oração é o que falamos para o próximo em nome do amor, é o que desejamos verdadeiramente de bem aos que nos rodeiam, é nosso silêncio diante do falatório indevido à nossa volta, é nosso posicionamento firme  diante de situações de injustiça.

Senhor Deus de amor e bondade, dai-nos sabedoria para reconhecer seus desígnios e fortaleza para permanecermos no Seu caminho de salvação.

Maria Luzia de Moraes Fonseca, Família Verbum Dei em Belo Horizonte

 

One Response to “Ficai atentos a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer”

  1. Maria De Fátima Da Silva disse:

    Eu possuo os livros. Eu só rezo pelo celular quando estou fora de casa.Mas só o fato de saber que há está possibilidade é maravilhoso.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top