search
top

(Lc 15, 1-10)

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

Os publicanos e pecadores aproximavam-se de Jesus para o escutar. Os fariseus, porém, e os mestres da Lei criticavam Jesus. ‘Este homem acolhe os pecadores e faz refeição com eles.’ Então Jesus contou-lhes esta parábola: ‘Se um de vós tem cem ovelhas e perde uma, não deixa as noventa e nove no deserto, e vai atrás daquela que se perdeu, até encontrá-la? Quando a encontra, coloca-a nos ombros com alegria, e, chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos, e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida!’ Eu vos digo: Assim haverá no céu mais alegria por um só pecador que se converte, do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão. E se uma mulher tem dez moedas de prata e perde uma, não acende uma lâmpada, varre a casa e a procura cuidadosamente, até encontrá-la? Quando a encontra, reúne as amigas e vizinhas, e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a moeda que tinha perdido!’ Por isso, eu vos digo, haverá alegria entre os anjos de Deus por um só pecador que se converte.’

Oração:

Querida Trindade peço a luz de vosso Espirito para guiar-me nesse momento. Gostaria de vive-lo com muita alegria, porque é isso que a vossa palavra me provoca hoje… Obrigado por mais esse momento juntos.

A primeira palavra que mais me toca hoje é: “Se um de vós tem cem ovelhas e perde uma, não deixa as noventa e nove no deserto, e vai atrás daquela que se perdeu, até encontrá-la?”. Com destaque para a palavra deserto! Jesus inverte a lógica matemática e nos ensina a cuidar de todos e a buscar o que está perdido, ainda que seja uma minoria. Deixar as noventa e nove no deserto seria muitíssimo perigoso, elas estariam sujeitas a um ataque… Mas se Ele não vai atrás da uma que se perdeu certamente ela seria presa fácil para os predadores. Essa parábola é real e acontece diariamente nas famílias de hoje. Quem não conhece a história de uma mãe que tem um filho (a) “perdido (a)” e que se dedica a ele (a) com toda a sua força, a fim de recupera-lo? Ainda que tenha que dar menos atenção aos demais filhos…  Essa é a lógica do amor… buscar o que está perdido. Como eu tenho vivido esse ensinamento precioso de Jesus? Tenho estado atendo a minoria que se perdeu e precisa de minha ajuda? Talvez nesse momento também eu esteja perdido… Se é assim, o que preciso fazer para escutar a voz de Jesus que me está buscando?

Assim haverá no céu mais alegria por um só pecador que se converte, do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão. Essa é a segunda palavra que me chama atenção hoje. Jesus nos fala sobre a alegria que provem da conversão. Sabemos que a conversão é diária e para ser vivida é preciso muita humildade, muita vontade e sobretudo muita coragem. Precisamos entender também que a conversão é um convite e não uma imposição. Sabendo disso devemos tomar muito cuidado com nossos julgamentos maldosos e desnecessários em relação aos que em nossa opinião estão “perdidos (as)” e precisando de conversão. Para viver bem esse presente, que é poder rever nossa vida, encontrar o que não corresponde ao amor que recebemos e voltar à Ele, precisamos primeiro de uma reflexão interior profunda. Digo isso porque é muito comum que tenhamos comportamento de fariseus. Esquecemos da nossa conversão pessoal, ou pior pensamos que não precisamos dela, e já queremos converter os demais para que comportem segundo o que eu acho que é melhor, e não o que o verdadeiro evangelho diz. Como tenho vivido minha conversão diária? Tenho pedido a luz do Espirito para que me ajude a enxergar o que é necessário? Tenho tido comportamento de fariseus?

Doce Espirito Santo, queremos pedir-te um coração humilde e acolhedor a exemplo do coração de Jesus. Para que possamos como o Bom Pastor seguir a lógica do amor, acolhendo as minorias, os perdidos, os necessitados visando o bem e a salvação de todos e não somente de uma parte da população, pois sabemos que somos todos filhos do mesmo pai, somos irmãos. Pedimos também nos inspire a viver diariamente a nossa conversão e ajudar aos que o Pai nos confiou, mas sempre à luz do evangelho.

images

Amém!

Willian Marciano da Fonseca – Família Missionária Verbum Dei de Belo Horizonte

3 Responses to “(Lc 15, 1-10)”

  1. Cristopher disse:

    Hoje tive a oportunidade de conhecer este aplicativo, o qual é muito bom, nós auxilia muito.na conversão diária.
    Deus seja louvado pela vida de todos os trabalhadores que se doam a esta obra do bem.
    Um fraterno abraço.
    Cristopher.

  2. Eliane disse:

    Este aplicativo está me ajudando muito na compreensão da palavra de Deus. Deus abençoe a todos!

  3. Willian disse:

    Bom dia!

    Ficamos felizes com a partilha de vocês!
    Que a oração diária com a palavra possa cada dia mais ajudar a aumentar a intimidade de vocês com Trindade.

    Abraço fraterno!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top