search
top

“Vós sois o sal da humanidade e a luz do mundo” Mt 5, 13-16

Instruções para a oração:
  - Procure fazer silêncio interior e exterior e leia calmamente a passagem (mais de uma vez se for preciso).
  - Pergunte ao Senhor, o que Ele quer lhe dizer através deste texto.
  - Tente perceber qual é o trecho que chama mais sua atenção, que lhe toca mais e detenha-se nele para descobrir o chamado que Deus lhe faz.
  - As perguntas são para colaborar para que a oração seja diálogo com Jesus. Use-as, se achar que podem realmente lhe ajudar.
  - Agradeça a Deus por tudo o que tem lhe dado e peça forças para ser fiel ao que hoje Ele lhe falou ao coração.

Mt 5, 13-16

_ Vocês são o sal para a humanidade; mas se o sal perde o gosto, deixa de ser sal e não serve para mais nada. É jogado fora e pisado pelas pessoas que passam.

_ Vocês são a luz para o mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. Ninguém acende uma lamparina para colocá-la debaixo de um cesto. Pelo contrário, ela é colocada no lugar próprio para que ilumine todos os que estão na casa.

Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está no céu.

Reflexão:

Iniciemos este dia agradecendo pela confiança que Deus deposita em cada um de nós, cristãos. Sejamos gratos pelo dom da vida e da fé.

Deus Pai, irmão e amigo querido, inspire-nos no dia-a-dia a ser sal que dê sabor, ser luz que ilumina a todos que encontrarmos.

Em tempos de tantas aflições, incompreensões, destruição, conflitos mundiais, políticos, familiares e pessoais, a leitura de hoje, apesar de muito conhecida,   revela o valor do cristão para Jesus. É uma oportunidade para parar, refletir, reconhecer e agradecer a grande confiança e o amor de Deus por nós.

“  Vocês são o sal para a humanidade; mas se o sal perde o gosto, deixa de ser sal e não serve para mais nada. É jogado fora e pisado pelas pessoas que passam.”

O sal é um ingrediente fundamental para um bom prato, usado inclusive em pratos doces. Se em excesso ou em quantidade inferior ao necessário, o sal pode definitivamente estragar o prato e ser jogado fora. Portanto, é uma alegria enorme poder ouvir: “Vocês são o sal para a humanidade.”

Mas em que medida o somos?

Tantas vezes decepcionamos as pessoas, a nós mesmos e a Deus quando no dia-a-dia não conseguimos amar. Quando não tivemos a sensibilidade da escuta, a presteza em ajudar alguém que estava ao lado ou em diferentes situações e momentos em família, no trabalho, na rua e até mesmo em nossas orações quando somos incapazes de dedicá-la a alguém que porventura nos magoou. Somos limitados! Falhamos mesmo desejando acertar. Mas ainda assim, somos amados por Deus. Somos os amados de Deus. Ele espera a nossa permanência N’ele. Ouve e acolhe as nossas preces e confia em nosso arrependimento sincero, como diz em um trecho do salmo de hoje.

“Lembrem que o Senhor Deus trata com cuidado especial aqueles que são fiéis a ele; o Senhor me ouve quando eu o chamo. Tremam de medo e parem de pecar. Sozinhos e quietos nos seus quartos, examinem a sua própria consciência.” (Sl 4, 4-5)

“Vocês são luz para o mundo.” Certa vez ouvi alguém dizer: “Essa pessoa é iluminada! ” Entendi, então que as pessoas são capazes de iluminar. Somos capazes de iluminar na medida que recebemos a luz de Deus. Somos como a lua, refletimos a luz de uma constelação maior –  Deus. Quase sempre passamos pelas fases da lua nova, crescente, cheia e minguante. Mas Deus sabe e deseja que permaneçamos aí, ligados, em sintonia com Ele, independentemente da fase em que nos encontramos.

“Ninguém acende uma lamparina para colocá-la debaixo de um cesto. Pelo contrário, ela é colocada no lugar próprio para que ilumine todos os que estão na casa.”

A confiança de Deus em nossas vidas é tão grande que Ele não nos deixa em qualquer lugar, mas coloca a cada um de nós no melhor local, da maneira mais estratégica para que, por meio das nossas vidas, Ele possa chegar a todos, iluminando a vida de cada um dos seus filhos amados.

Nos ambientes e lugares onde estou, atualmente, como tenho sido luz?

Deus escolhe nossos destinos, esperando que, por meio da Palavra orada, vivida e compartilhada, os dons que Ele nos deu reflitam as boas ações que realizamos, reflitam as obras que Ele fez em nossas vidas.

Sejamos testemunhas do amor incondicional, fraternal e infinito que Deus tem por todos. Maria, nossa mãe, dá-nos a sensibilidade da escuta atenta, do olhar que não julga, das palavras que não condenam. Ensina-nos a amar nas adversidades, a calar no momento certo, a falar com amor, reconhecendo no outro a imagem de Cristo. Ajude-nos a silenciar o coração e render graças em todos os momentos e em todas as situações para sermos, de fato, sal que dê sabor, luz que ilumina a todos com quem convivemos e nos relacionamos. Amém.

Norma Parreiras da Silva – Família Missionária Verbum Dei – BH

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

top